Tumi

  • por
tumi

A perfuração cirúrgica do crâneo (trepanação) era comum em certas regiões do Perú, na época do império Inca (constituído pelos Quéchuas, Aimarás e outros). Para esse fim, utilizavam instrumentos de bronze e obsidiana, juntamente com anestésicos extraídos de plantas indígenas.

Um dos principais instrumentos cirúrgicos foi o “tumi”, bisturi feito de uma liga de cobre chamada champi, e que, hoje, é considerado o símbolo da medicina peruana.